domingo, 11 de abril de 2010

Informações e Curiosidades de Campos dos Goytacazes

Campos dos Goytacazes - "Capital do petróleo e do açúcar"

LOCALIZAÇÃO
Campos dos Goytacazes[nota 1] , fundado em 28 de março de 1835, há 175 anos atrás, é um município localizado no Norte do estado do Rio de Janeiro, Brasil. Com uma população de 431.839 habitantes (2008),[3] é a maior cidade do interior fluminense e a décima maior do interior do Brasil. É também o município com a maior extensão territorial do estado, ocupando uma área pouco menor que a do Distrito Federal.[2] Em Campos, destacam-se importantes universidades públicas e privadas.

HISTÓRIA
As terras dos índios goitacás começaram a ser colonizadas pelos portugueses em 1627, com a chegada dos "Sete Capitães". Pertenceu à capitania de São Tomé e se tornou, cinquenta anos depois, no dia 29 de maio, a Vila de São Salvador dos Campos. Foi elevada à categoria de Cidade em 28 de março de 1835.
Importantes fatos históricos se deram em Campos dos Goytacazes, entre eles está a partida dos primeiros voluntários para a Guerra do Paraguai, em 28 de janeiro do 1865, pelo vapor "Ceres". Outro momento importante foi o movimento do abolicionismo, que teve seu ponto alto em 17 de julho de 1881, com a fundação da Sociedade Campista Emancipadora, que propagava a luta pela emancipação dos negros. O jornalista Luís Carlos de Lacerda e José Carlos do Patrocínio, cognominado de o "Tigre da Abolição" foram os maiores expoentes da causa. Porém, foi a última cidade brasileira a aderir a abolição da escravidão. As visitas do imperador Dom Pedro II e a luta republicana foram outros marcos da história de Campos.
O surgimento em 1652 da agroindústria açucareira, com a instalação do primeiro engenho em Campos, hoje menos promissor, dava início ao progresso da região. O petróleo foi oficialmente descoberto no Farol de São Tomé, reativando o desenvolvimento da região.

GEOGRAFIA
O município de Campos dos Goytacazes abrange uma área total de 4.031,910 km².
Hidrografia
• Lagoa de Cima
• Lagoa Limpa
• Lagoa Feia (a maior do estado do Rio de Janeiro e a segunda maior do Brasil)
• Lagoa do Campelo
• Rio Preto (região norte)
Subdivisão de Campos dos Goytacazes:
Distritos
Possui os 14 distritos: Campos dos Goytacazes, Dores de Macabu, Ibitioca, Morangaba, Morro do Coco, Mussurepe, Santa Maria, Santo Amaro de Campos, Santo Eduardo, São Sebastião de Campos, Serrinha, Tocos, Travessão e Vila Nova de Campos.
O antigo distrito de Guarus (antes Guarulhos) foi anexado ao de Campos dos Goytacazes em 1967,[6] é deste distrito a origem do título de Barão de Guarulhos.[7]

Bairros
Apresenta 71 bairros: Bela Vista Caju Centro Codin Corrientes Coroa Custodópolis Donana Esplanada IPS Jardim Carioca Jardim Flamboyant I Jardim Flamboyant II Jardim Maria de Queiroz Jockey Clube Lapa Nova Brasília Novo Jockey Pecuária Pelinca Penha Parque Alvorada Parque Aurora Parque Bandeirantes Parque Barão do Rio Branco Parque Bonsucesso Parque Califórnia Parque Cidade Luz Parque Conselheiro Tomaz Coelho Parque Dom Bosco Parque do Prado Parque Doutor Beda Parque Eldorado Parque Fundão Parque Guarus Parque Imperial Parque João Maria Parque José do Patrocínio Parque Julião Nogueira Parque Leopoldina Parque Niterói Parque Novo Mundo Parque Oliveira Botelho Parque Quinze de Novembro Parque Prazeres Parque Presidente Juscelino Parque Presidente Vargas Parque Riachuelo Parque Rodoviário Parque Rosário Parque Rui Barbosa Parque Salo Brand *o* Parque São Benedito Parque São Caetano Parque São Clemente Parque São Domingos Parque São Lino Parque São José Parque São Mateus Parque São Silvestre Parque Santa Rosa Parque Santo Amaro Parque Santo Antônio Parque Tamandaré Parque Vera Cruz Parque Vicente Gonçalves Dias Parque Zuza Mota Tropical Turf Ururaí Vila Industrial

ECONOMIA
A cidade é um importante pólo comercial e financeiro que abrange o Norte/Noroeste Fluminense e o Sul do ES. No Centro da cidade há um forte e diversificado comércio popular. Na Rua João Pessoa está a maior concentração de lojas de roupas populares.
No bairro da Pelinca, na avenida de mesmo nome, podemos encontrar o segundo centro comercial e financeiro da cidade, onde estão as lojas mais renomadas e diversos shoppings. Por conter a maior parte dos bares e restaurantes da cidade, a Pelinca é considerada 'rica' e sempre movimentada. Assim, se tornando um bairro nobre. Na região também está localizado o Shopping Avenida 28.
Ao largo de suas costas, no Oceano Atlântico, há um forte pólo de exploração de petróleo e gás natural pela Petrobras, na plataforma continental. A cidade é a maior produtora de petróleo do Brasil, além de concentrar a maior parte da indústria cerâmica fluminense. Das sete usinas de açúcar e álcool do estado, seis estão em Campos. Várias indústrias se fazem presentes; apenas em 2007 mais de cinco foram instaladas através do Fundecam (Fundo de Desenvolvimento de Campos).
TRANSPORTE
O principal meio de transporte em Campos são os ônibus, e as ´´Vans e Kombis``, na cidade circulam mais de 200 ônibus, sendo que a maioria por enquanto sucateados, porém em maio de 2009, com o início do projeto da passagem a 1 real, as empreas estão renovando sua frota, e a população está voltando a usar o transporte.

Campos possui 2 terminais rodoviários,Roberto Silveira, que se encontra em obras, e o Shopping Estrada, além do Terminal Urbano Carlos Prestes (Beira-Rio).
E também tem o transporte aéreo que possui voos para Vitória-ES, Macaé-RJ, e para a Cidade do Rio de Janeiro-RJ.
E na praia do Farol de São Tomé fica localizado o Heliporto da Petrobras que leva os funcionários das plataformas da bacia de Campos.
O Projeto da Nova Beira Valão, começou a ser colocado em prática em 2010, assim com o término da avenida Artur Bernardes.

TURISMO
Atrativos Naturais
Criada ao longo de milênios pelo generoso rio Paraíba, terra de aluvião, a planície goitacá encanta com a sua fauna e flora riquíssima e diversificada, vastidão de verdes de todas as tonalidades, varrida pelo vento nordeste. Os campos dos goytacazes se estendem até o oceano Atlântico, ponto inicial da colonização. Possui lindas praias, todas com ondas fortes e desertas. São frequentadas mais por surfistas, mas a população também vai. Em algumas praias há colônias de pescadores.
Como atrativos naturais, se destacam:
• Região do Imbé
• Região da Bela Joana
• Região das Serras (Pico São Mateus, Pedra Lisa [pico de 726 metros] e Pedra do Baú)
• Farol de São Tomé

• Rio Preto

Solares
Destacam-se:
• Solar dos Airizes (situado na margem direita do rio Paraíba do Sul, próximo a Martins Laje, construído em meados do século XIX. Foi o primeiro imóvel de Campos tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, em 1940 e serviu de inspiração e cenário para o escritor Bernardo Guimarães, autor do romance "Escrava Isaura", conhecido mundialmente)
• Solar do Colégio (em estilo barroco jesuítico, construído pelos jesuitas na metade do século XVII e no altar de sua capela, está sepultada Benta Pereira)
• Solar do Barão de Pirapetinga (construído entre 1861 e 1865)
• Solar Saturnino Braga (sua construção data da primeira metade do século XIX)
• Solar do Visconde de Araruama (construído no fim do século XVIII)
• Solar da Baronesa (construído em 1840)
• Solar do Barão da Lagoa Dourada (construído em 1860 e atual sede do Liceu de Humanidades de Campos)
• Solar do Barão de Carapebus (construído em 1846 e atual Asilo do Carmo)
• Solar do Barão de Muriaé (construído na primeira metade do século XIX e é ocupado pelo Corpo de Bombeiros).

Histórico-Cultural
Casarios
• Hotel Gaspar (construído por volta de 1830)
• Hotel Palace
• Casa da Família Rodrigues (construída em 1870)
• Santa Casa de Misericórdia (obra entregue em 1944)
• Lira de Apolo (inaugurada em 1912)
• Villa Maria (construída em 1918)

Praças, Jardins, Edifícios, Marcos Históricos e Culturais
• Academia Campista de Letras
• Banco do Vovô (construído em 1872, localizado no centro de Campos)
• Barão do Rio Branco
• Boulevard Francisco de Paula Carneiro
• Correios e Telégrafos (sua primeira agência foi inaugurada em 1875)
• Fórum Nilo Peçanha (construído em 1935 com arquitetura inspirada ao Parthenon de Atenas)
• Jardim do Liceu (em volta da Câmara Municipal),
• Liceu de Humanidades de Campos
• Livraria Ao Livro Verde (livraria mais antiga do Brasil, construída em 1844, figura no Guiness Book como livraria mais antiga do Brasil)
• Obelisco (construído em 1911)
• Palácio da Cultura e Pantheon
• Praça do Santíssimo Salvador


• Praça Dr. Nilo Peçanha (atual Jardim São Benedito)
• Torre da Fábrica de Tecidos (construída em 1885)

SOCIEDADE
Saúde
• Hospital Beneficência Portuguesa
• Hospital Geral de Guarus (HGG)
• Hospital Ferreira Machado(Umas das maiores e melhores emergências do estado e do país)
• Hospital Geral Dr. Beda
• Hospital Unimed
• Hospital Pró Clinicas
• Prontocardio
• Hospital São José
• Hospital de Ururaí
• Hospital de Travessão
• Hospital Alvaro Alvim
• Santa Casa
• Hospital Psquiatrico João Viana
• Hospital dos Plantadores de Cana
• Hospital Prontocor
• A cidade conta ainda com mais de UBS(Unidades básicas de saúde)

EDUCAÇÃO
Referência na área universitária por abrigar instituições como UENF, IFF (antigo Cefet-Campos), ICSDR, UFF, FMC, UNIVERSO, Estácio de Sá, Ucam-Campos, ISECENSA, Uniflu (Fafic, FDC, Foc), Faculdade Batista Fluminense, ESANNF e por abrigar escolas de ensino médio na área particular como Anglo Campos, Alpha, Centro Educacional Nossa Senhora Auxiliadora, Colégio Eucarístico, Colégio Pró-Uni, Instituto Dom Bosco Salesiano, e na área pública como o Liceu de Humanidades de Campos, Escola Estadual João Barcelos Martins, IFF Campos, entre outros.
Dentre as instituições de educação mais antigas da região estão:
• Liceu de Humanidades de Campos (fundado em 1847)
• Faculdade de Medicina de Campos (obras iniciadas em 1925)
• Faculdade de Direito de Campos (obras iniciadas em 1869)
• Colégio Batista Fluminense (fundado em 1913)
• Colégio Bittencourt (construído em 1930).
• Centro Educacional Nossa Senhora Auxiliadora (construído em 1925)
• Instituto Dom Bosco Salesiano (construído em 1959)
Iluminação pública
Em 1883, D. Pedro II inaugurou na cidade o primeiro serviço público municipal de iluminação, tornando Campos dos Goytacazes a primeira cidade do Brasil e da América Latina a receber iluminação pública elétrica, através de uma termelétrica a vapor acionadora de três dínamos com potência de 52 KW, fornecendo energia para 39 lâmpadas de 2000 velas cada.

CULTURA
A cerâmica, o couro, a palha e a madeira são os materiais de destaque em seu artesanato.
Na culinária, além da cachaça e da goiabada cascão, o suspiro e o chuvisco são famosos. Havendo grande tradição cultural e política na região da chamada Baixada Campista.
Vale destacar também a fundação da primeira sala de cinema de Campos construída pelo Sr. Alamir, conhecida como Cine São José, sendo o prédio trazido da Europa pedra por pedra e reconstruído na cidade, e tendo como primeira exibição o filme Marcelino Pão e Vinho.
• Palácio da Cultura, que abriga a Biblioteca Pública Municipal, localizado na Rua Alvarenga Pinto, Pelinca.
• Museu de Campos dos Goytacazes, localizado na Praça São Salvador, Centro.
• Museu Olavo Cardoso, localizado na Avenida 7 de Setembro, Centro.
• Casa de Cultura Villa Maria, localizada na Praça do Liceu.
• Teatro Municipal Trianon


• Teatro de Bolso Procópio Ferreira.
RELIGIÃO
Dentre as igrejas da região destacam-se:
• Capela Nossa Senhora do Rosário (construída em Campo Limpo no século XVIII)
• Capela Nossa Senhora do Rosário (situada em Donana e construída na primeira metade do século XVII)
• Capela Santo Inácio (construída no século XVII e é localizada no conjunto arquitetônico do Solar do Colégio - Lapa)
• Mosteiro de São Bento (em Mussurepe, 30 km de Campos e construído no século XVII)
• Catedral do Santíssimo Salvador (O atrativo situa-se na Praça São Salvador no centro comercial de Campos. A Igreja Matriz sobressai do conjunto arquitetônico, por sua imponência e localização - de frente para o Rio Paraíba do Sul)
• Igreja Nossa Senhora do Rosário do Saco (mais conhecida com Igreja do Saco, tendo sido construída no final do século XIX)
• Igreja de Santo Amaro (construída em 1735)
• Igreja de São Gonçalo (fundada em 20 de abril de 1722 e localizada em Goitacases)
• Igreja Nossa Senhora da Boa Morte (obras concluídas em 17 de agosto de 1846 e sua arquitetura imita o gótico nas portas e janelas)
• Igreja Nossa Senhora do Rosário (construída entre os anos 1720 e 1740 e é localizada na Avenida 7 de setembro)
• Igreja de Santa Efigênia (construída entre 1853 e 1870)
• Igreja Nossa Senhora da Conceição (no distrito de Travessão e construída pelos padres jesuítas no final do século XIX)
• Igreja Igreja Nossa Senhora da Penha (em Morro do Coco, a 48 km da sede de Campos e construída em meado do século XIX)
• Igreja Nossa Senhora do Carmo (na rua 13 de Maio, construída em 1797)
• Igreja Nossa Senhora da Lapa (construída em 1748)
• Igreja São Francisco de Assis (construída em 1652)
• Igreja de Santo Antônio (em Guarus, construída em 1796)
• Igreja de São Benedito (abertura solene em 1875)
• Igreja de São Sebastião (construída no século XIX).

ESPORTE
A cidade de Campos dos Goytacazes tem como principais clubes de futebol o Americano Futebol Clube campeão do Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais representando o estado do RJ e Campeão Brasileiro do Módulo Azul ambos em 1987, o Goytacaz Futebol Clube e o Clube Esportivo Rio Branco. O clássico citadino, entre o Americano e o Goytacaz, conhecido como Goyta-Cano, é um dos maiores clássicos de futebol do interior do Estado do Rio de Janeiro, por reunir as equipes mais vitoriosas da região, que se confrontam desde a década de 1910.

OS GOITACAZES
Em Campos também haviam índios chamado goitacases, e por isso nossa cidade se chama Campos dos Goitacases.
Os Goitacases tinham cabelo longo, mas raspavam o cabelo do alto da cabeça, eram ótimos nadadores e moravam em ocas fixas, em palafitas sobre as águas.
Goitacás, significa para uns, nadadores e corredores, e para outros, grande comedor de gente. Os índios eram ferozes e rápidos, eles guerreavam com outras tribos, negociavam com os europeus e existe uma lenda que eles pegavam tubarão com o braço.
O que provocou a devastação dessa tribo, foi que os europeus pegavam roupas de pessoas com doenças, principalmente varíola, e colocavam na trilha dos índios, quando eles pegavam, ficavam doentes e morriam.

HINO DO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES

Campos Formosa, intrépida amazona
Do viridente plaino goitacás
Predileta do luar como Verona
Terra feita de luz e madrigais

Ó Paraíba, ó mágica torrente
Soberana dos prados e vergéis
Por onde passas como um rei do oriente
Os teus vassalos vêm beijar-te os pés

Nada iguala os teus dons, os teus primores
Val de delícias, o teu céu azul
Minha terra natal ninho de amores
Urna de encantos, pérola do sul

Campos Formosa, intrépida amazona
Do viridente plaino goitacás
Predileta do luar como Verona
Terra feita de luz e madrigais

Ó Paraíba, ó mágica torrente
Soberana dos prados e vergéis
Por onde passas como um rei do oriente
Os teus vassalos vêm beijar-te os pés

Ó Paraíba, ó mágica torrente
Rio que rolas dentro do meu peito.


Notas
1. ↑ Nota ortográfica: Segundo as normas ortográficas vigentes da língua portuguesa, este topônimo deveria ser grafado como Campos dos Goitacases. A grafia correta é Campos dos Goitacases pois prescreve-se o uso das letras "I" e "S" para palavras de origem tupi. A palavra significa nômades, e refere-se aos goitacás (ou goitacases), povo que habitava a região. Ao longo dos anos, a grafia foi alterada de goytacazes para goitacases.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário